Mulher queimada por marido morre após 2 anos de luta

A jovem sofria com as grandes queimaduras que teve durante uma briga com seu namorado.

 Notícia em vídeo:

Uma mulher chamada Judy Malinowski, passou pelo momento mais difícil em sua vida a cerca de dois anos atrás. A jovem que tinha apenas 31 anos na época havia separado de seu namorado, pois ela alegava que sofria agressões do homem. Insatisfeito com o término do relacionamento, o ex-namorado de Judy resolveu se vingar de uma forma terrível. Durante uma discussão dentro de seu carro eu um posto de gasolina, o homem a encharcou de gasolina, acendeu um fósforo e ateou jogo na jovem.

Judy teve muita sorte de não falecer, porém a atitude terrível de seu ex-namorado a deixou com queimaduras de quarto e quinto grau, em mais de 80% de seu corpo. Ela foi levada para o hospital mais próximo e estava em estado gravíssimo. Michael Slager, foi levado para a delegacia para ser interrogado pelos policiais, porém ele deve a frieza de dizer que ele não tinha a intenção de incendiá-la e que nada passou de um acidente quando ele foi acender um cigarro. Depois de certo tempo, a polícia investigava o caso. Após ter provas do crime e ouvir testemunhas, Slager foi preso e condenado à 11 anos de prisão.

As chamas de fogo em Judy estavam em todas as partes do corpo, inclusive algumas partes da mulher foram derretidas pelas chamas, como a orelha e as pontas dos dedos. Após essa tentativa de homicídio, a jovem ficou internada no hospital e respirava apenas com a ajuda de aparelhos. Ela sofreu mais de 50 cirurgias para que ela tentasse voltar à sua vida normal, coisa que era muito difícil de acontecer. A luta durou cerca de dois anos e Judy acabou falecendo e acabou deixando as duas filhas que possuía.

Judy recebeu muitas homenagens nas redes sociais pela força de vontade que ela teve em tentar superar essas dificuldades. Porém, infelizmente ela não resistiu, graças à crueldade de um homem que um dia falou que a amava.

 


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar