Mãe leva seu filho que estava gripado ao hospital, mas não imaginava que ele iria perder os dedos por causa disso.

Um erro médico pode prejudicar completamente a vida de uma criança. O pequeno Gabriel, de apenas 1 ano de idade, sofreu com um erro do hospital e acabou perdendo a ponta dos seus dedos da mão esquerda.

Tudo começou quando sua mãe, Maria Helena de Oliveira, o levou para o hospital por conta de uma gripe. O hospital localizado na cidade de São Bernardo dos Campos , no ABC Paulista, é bastante conhecido e é referencia na cidade. O pequeno Gabriel teve sua gripe evoluída para uma pneumonia e foi internado no hospital, onde ficou em observação pelos médicos. Nesse momento, os profissionais resolveram injetar remédios na criança e utilizaram o braço da criança para injetar os medicamentos.

A criança permaneceu com a fenda no braço por mais de 24 horas. E neste período, a mão do bebê começou a apresentar alguns problemas. A mãe, que observava o filho, percebeu que seu braço estava com pouco sangue, porém confiou nos médicos e achou que tudo estava correndo normalmente. Após comunicar aos médicos, os profissionais disseram que o seu braço voltaria ao normal rapidamente.

Três dias depois, a situação da criança piorou ainda mais. Os médicos do hospital resolveram enfaixar o braço do bebê, porém resolveram não contar para sua mãe e continuavam a dizer que tudo estava sobre controle. A mãe aguentou até um certo tempo. Desconfiada, ela pediu para que a faixa fosse retirada do braço da criança para que ela pudesse ver a situação do seu filho.

Quando viu a situação, a mãe ficou muito assustada. As pontas dos dedos da criança estavam todas roxas, que indicava problema de má circulação. No dia seguinte, Gabriel foi transferido para outro hospital e uma noticia triste chegou até a mãe. Infelizmente os dedos da criança talvez teriam que ser amputados. O tratamento continuou para que isso não fosse realmente necessário.

A mãe processou o hospital e depois do acontecido um médico e duas enfermeiras foram demitidas do local de trabalho.

 


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar