Com o bebê quase morto em seus braços, médico toma medida desesperada.

Todos acreditaram que ele não ia sobreviver e médico se desespera

Lincoln Seay é o nome de um recém-nascido que estava entre a vida e à morte. Enquanto esperava pelo seu novo coração sua situação ficava cada vez mais crítica. Os médicos trabalhavam a todo momento em prol da vida do bebê. Sua mãe, Mindy, dizia que os médicos estavam fazendo compressões torácicas, mas que isso não estava levando a lugar algum. E no desespero na espera pelo novo coração da criança que ainda estava a caminho do hospital, eles abriram o seu peito e o cirurgião colocou sua mão dentro do peito dele e começou a fazer compressões manualmente até que o coração novo chegasse.


Depois um período curto de espera, o órgão novo chegou ao hospital e logo começou a cirurgia, deixando todos apreensivos com o resultado. O procedimento era rápido, com o médico ainda fazendo compressão torácica manualmente até que o novo órgão estivesse pronto para ser colocado. Logo após o transplante, a espera pelos batimentos do bebê pareciam ser eternos. No início, parecia ter dado errado e por alguns instantes, Lincoln foi considerado morto. Mas após alguns segundos, a vida de Lincoln foi salva.


O doador permanece anônimo, mas todos são eternamente gratos pela boa ação, principalmente os pais do bebê. Lincoln sofria de uma doença rara, que fazia com que os órgãos se desenvolvessem do lado errado do corpo, e seu coração era extremamente fraco. Mas graças aos médicos e ao doador, Lincoln agora pode viver sua vida perfeitamente bem.

 

 


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar