Após assassina de Isabella Nardoni ganhar regime semiaberto a mãe fica furiosa.

Madrasta de Isabella Nardoni que foi acusada de sua morte ganha regime semiaberto e mãe da menina se choca.

O caso de Isabella Nardoni jamais foi esquecido e provavelmente muitas pessoas ainda se lembram. Em São Paulo, apenas mais uma noite normal, até que uma família entra em seu apartamento e poucos minutos depois Isabella é atirada do sexto andar.

Aquela trágica morte tomou conta de todos os noticiários, aliás, era apenas uma menina que ainda tinha muito que viver pela frente e foi assassinada.

A história sempre foi muito confusa e ninguém nunca ficou sabendo do certo.

O pai e a madrasta estavam no prédio com a menina, mas disseram que não foram eles, contaram que havia entrado uma terceira pessoa no local e cortado à grade de segurança por onde atiraram a menina.

Os policiais continuaram as buscas pelos assassinos e comprovaram que realmente foi o pai Alexandre Nardoni e a madrasta Ana Carolina Jatobá.

Aquele trágico crime foi punido com 30 anos de prisão para ele e 26 para ela, mas após 9 anos algo mudou, a mulher ganhou direito a regime semiaberto, ou seja, ela poderia passar o dia fora e apenas dormir na prisão. Também ganhou direito a cinco saídas temporárias em feriados.

A mãe de Isabella, Ana Carolina Oliveira, ficou muito chocada com a decisão da justiça e não conseguia acreditar. “Estou chocada, arrasada…”, faltaram até as palavras daquela mãe que se sentiu mal por ver a nova decisão da justiça.

A mãe de Isabella ainda completou: “Só sei que isso é um completo absurdo, ninguém que comete um crime desses pode ficar tão pouco tempo reclusa. É isso que tenho a falar, me sinto penalizada. É um absurdo.”

Segundo as leis Jatobá estava em seu direito de pedir regime semiaberto porque já havia cumprido boa parte da sua penalização.

Segundo a nova decisão, mês que vem, no dia dos pais ela já poderá sair para comemorar.

Com sua liberdade, a acusada já começou a planejar coisas para seu futuro: “Quero estar com meus filhos. Vou morar em São Paulo ou numa cidade do litoral, trabalhar e tentar viver minha vida. Gostaria que um dia minha vida pudesse voltar ao normal. Gostaria de desenvolver o meu lado espiritual e ajudar as pessoas.”

Diga você também, o que achou de Jatobá cumprir nove de 26 anos e já ganhar o benefício do semiaberto. Você acha certo?

Fonte: bestofweb


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar