Antes de morrer sua tia pede para que ele olhe embaixo da sua máquina de costura. Ele se assusta ao ver o que tinha lá.

Durante anos, Jenny guardou uma pintura muito valiosa em sua própria casa e só na beira da morte entrega ao sobrinho

Quem nunca sonhou em ganhar ficar milionário com um piscar de dedos, ganhar na mega sena ou receber uma herança? Este sonho de centenas de pessoas, está prestes a se tornar realidade para um homem chamado Carl.

Jenny é uma senhora de idade avançada, que devido suas comorbidades em decorrência de sua idade, estava a beira da morte, quando decidiu revelar ao seu parente vivo mais próximo, seu sobrinho Carl, um segredo que carregava consigo por aproximadamente 70 anos. Tudo que Jenny disse ao sobrinho três dias antes de partir, era que ele olhasse embaixo da máquina de costura e não conseguiu dizer mais nada.

Com a piora repentina da tia e a posterior morte dela, Carl acabou não checando o que sua tia havia lhe pedido. Apenas dias após seu falecimento, é que ele se lembrou da confissão e saiu correndo para a casa de Jenny, chegando lá, Carl achou algo surpreendente embaixo da máquina de costura. Era uma linda pintura feita a óleo de uma mulher de chapéu e na assinatura da obra de arte, havia o nome de ninguém mais, ninguém menos que Pablo Picasso um dos maiores artistas do mundo.

Picasso nasceu na Espanha, mas viveu a maior parte de sua longa vida na França, onde começou sua paixão pela arte, ele foi pintor, escultor, cenógrafo, poeta e dramaturgo, mas seu grande destaque na arte mundial, sem dúvidas foi na pintura. Ao lado de Jorge Braques, é considerado um dos fundadores do movimento artístico cubista. Suas obras estão expostas nos maiores museus do mundo e são avaliadas em milhões de dólares.

Ainda não se sabe o motivo de Jenny ter guardado por tantos anos essa obra de arte avaliada em 30 milhões de dólares. O que se sabe é que ela ganhou de presente de seu marido, durante a segunda guerra mundial.

 


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar