A polícia invade a casa de uma família e quando descobre o que havia lá dentro, entra em choque

Lubomir mantinha a esposa e 2 filhos trancafiados em sua casa, sem poderem ver a luz do dia e se comunicarem com o mundo lá fora

O Bairro Residencial Lviv, na Ucrânia, é uma área tranquila da cidade, onde vivem dezenas de famílias. A família Kuchumoy residia no local há mais de 15 anos e parecia uma família normal como qualquer outra da redondeza.

A casa da família permanecia sempre fechada, a esposa quase nunca saía de casa, o único que os vizinhos tinham algum contato era Lubomir, o esposo. Durante anos, os vizinhos viveram ao lado de algo surpreendente, um segredo que a família conseguiu guardar por mais de 15 anos. Alguns vizinhos contaram que achavam estranho a mulher nunca falar com ninguém e a casa sempre estar com as janelas fechadas, mas jamais cogitaram algo como o que havia lá dentro.

Um dia, após um telefonema anônimo muito convincente, a polícia decidiu checar o que acontecia com aquela família, que até então, todos julgavam normal. Chegando à residência a mulher abriu a porta, mas como foi ordenada pelo marido, não queria deixar ninguém entrar, quando a porta se afastou mais um pouco, os policiais puderam ver algo surpreendente. A casa era toda escura e muito suja e no canto havia alguma coisa se mexendo, os policiais então invadiram a casa e encontraram um menino no canto em um colchão imundo, era Lubomir filho, de 14 anos.Vasculhando toda a casa, encontraram também Yuriy de apenas 3 anos.

A Mãe foi levada presa, mas após exames médicos, foi diagnosticada como doente mental e mais uma vítima de
Lubomir. O marido foi encontrado e condenado à prisão pelo crime de cárcere privado.

As crianças foram levadas para o hospital e depois para um orfanato, onde estão recebendo os devidos cuidados. Por viverem tantos anos presos, eles não aprenderam a falar, não conheciam outras pessoas, e por Lubomir sempre permanecer deitado, não consegue se locomover, devido a atrofia de seus músculos.

 


LEIA TAMBÉM
loading...

Comentários

Compartilhar